Marcos Abrão recebe prêmio de mais influente da habitação em Goiás

WhatsApp Image 2018-02-27 at 12.24.10

Deputado federal, ex presidente da Agehab e referência em políticas públicas de regularização fundiária e moradia, Marcos Abrão recebeu na última segunda-feira (26) o prêmio de político mais influente da habitação em Goiás, após pesquisa realizada pela Contato Comunicação. O parlamentar foi eleito pela quinta vez consecutiva o político mais influente da categoria.

“É um reconhecimento por um trabalho sério, de quem faz política por vocação e não como instrumento de negócios. Essa política é uma política de resultados. Foram milhares de casas populares e apartamentos construídos pelo estado, famílias beneficiadas com cheques reforma e mais de 17 mil escrituras entregues gratuitamente”, lembrou.

O parlamentar também leva a bandeira da habitação para o Congresso Nacional. “No último ano aprovamos a lei que flexibilizou os processos de regularização fundiária no país, validamos mudanças no orçamento da União para garantir mais recursos para os programas habitacionais e por meio da MP 789 aprovamos a retomada de construções paralisadas do programa Minha Casa Minha Vida”, disse.

Deputado solicita recuperação de ponte na GO 471

Marcos Abrão durante audiência com Jayme Rincón

A pedido da população do município de Palestina de Goiás, o deputado federal Marcos Abrão solicitou nesta semana ao presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras, Jayme Rincón, a recuperação da ponte sobre o Rio Bonito, na GO 471. “É uma obra muito aguardada pelas pessoas da região, que muitas vezes tem que fazer desvios de até 200 km, e é uma via importante para o escoamento de grãos e transporte de gado do Oeste Goiano”, enfatizou o deputado.

A ponte liga a cidade de Arenópolis a Palestina de Goiás, tem 110 metros de comprimento e foi parcialmente destruída em um incêndio ocorrido no último mês. O presidente da Agetop afirmou que irá “enviar uma equipe técnica para avaliar as ações de manutenção preventiva e corretiva que precisam ser feitas”.

Marcos Abrão lembrou que “investimentos em infraestrutura são fundamentais para o desenvolvimento do estado e tem grande impacto no cotidiano da população, que está sofrendo sem o acesso à rodovia”.

Moradores se mobilizam para agradecer Marcos Abrão

Trabalho do parlamentar foi lembrado em faixas e cartazes (1)

Grupos de moradores do Residencial Maria Pires Perillo, em Palmeiras de Goiás se mobilizaram na última sexta-feira (23) para agradecer o deputado federal Marcos Abrão (PPS) pela construção das 260 casas entregues na cidade. O parlamentar é ex presidente da Agência Goiana Habitação e também foi responsável pela construção das unidades habitacionais de Caldas Novas (768), das 224 casas entregues em Guapó e dos 640 apartamentos do Residencial Nelson Mandela que serão entregues hoje (25).

Com faixas e cartazes de agradecimento, os moradores ofereceram um café ao deputado em uma das casas populares. Marcos Abrão ressaltou a importância do direito à moradia. “Habitação é uma das necessidades mais básicas que temos. Tenho orgulho de levar essa bandeira da luta por moradia digna para o Congresso Nacional porque sei o que significa para uma família a conquista da casa própria”, afirmou.

Lerice Rodrigues, contemplada na primeira etapa do Residencial Maria Pires Perillo, fez questão de agradecer pessoalmente o parlamentar. “Eu tenho muito orgulho da minha casa e com o dinheiro que eu pagava aluguel hoje posso dar uma educação melhor para a minha filha. O deputado Marcos Abrão trabalhou muito em nosso favor e eu vim hoje agradecer, não só pela casa, mas por tudo que ele fez pela cidade”.

Segundo o parlamentar, em sua gestão a Agehab “fez um trabalho técnico, pautado no compromisso com a sociedade. Por isso nós podemos hoje colher resultados como esse, que fazem a diferença na vida de tantas pessoas. Moradia digna é o primeiro passo para justiça social”, disse Marcos Abrão.

“Investir em educação é fomentar a inovação que precisamos para avançar no futuro” defende Marcos Abrão

TMCS1301

O deputado federal Marcos Abrão, presidente do PPS Goiás, defendeu ontem (19) a luta por investimentos do governo federal em educação durante audiência para discutir a criação de um laboratório de cirurgia experimental na Faculdade de Medicina da UFG.

“É uma demanda que irá possibilitar avanços na produção científica da área, dar um suporte melhor para as atividades práticas dos alunos e que tem um papel fundamental para embasar a pós-graduação em cirurgia. Investir em educação é fomentar a inovação que precisamos para avançar no futuro” afirmou o parlamentar.

Marcos Abrão se reuniu com o diretor da Faculdade de Medicina, Dr. Antônio Fernando, e o chefe do Departamento de Cirurgia da universidade, Dr. Hélio Moreira, em conversa com a senadora Lúcia Vânia para ajustar as ações necessárias para a criação do laboratório. De acordo com a senadora, “o primeiro passo é a elaboração de um projeto da obra, que apresentaremos ao Ministério da Saúde e ao Ministério da Educação para reivindicar os recursos devidos”.

Segundo o Dr. Hélio Moreira, “o laboratório irá fomentar o desenvolvimento de trabalhos científicos com mais qualidade, além de permitir a proposição e experimentação de novas metodologias”.

Marcos Abrão defende justiça social em artigo no jornal O Popular

Sem título

Confira, na íntegra, o artigo de opinião do deputado Marcos Abrão, publicado no jornal O Popular, no dia 14 de fevereiro:

A Assembleia Geral das Nações Unidas comemora em 20 de fevereiro o Dia Mundial da Justiça Social, imperativo ético que de acordo com a ONU deveria nortear o mundo rumo à garantia da plenitude da dignidade humana. É um conceito amplo que ultrapassa a ideia de assegurar direitos e liberdades fundamentais a todos, pregando que é preciso igualdade de oportunidades e um desenvolvimento que tenha foco nas pessoas.

A justiça social demanda condições de vida equitativas, emprego, proteção social, respeito à integridade do ser humano, harmonia com o meio ambiente, acesso a uma educação de qualidade, ao bem-estar social, à justiça, à manifestação cultural, à participação política. Na prática, é o combate a toda forma de desigualdade, preconceito, marginalidade e exclusão.

Mesmo sendo um dos pilares da Constituição Brasileira, a justiça social é uma concepção distante da nossa realidade, fortemente marcada pela desigualdade, pobreza, violência urbana, vulnerabilidade, desemprego estrutural e precarização das condições de trabalho. Para tentar contornar a situação foram criadas políticas públicas como o sistema de cotas e o programa Bolsa Família, por exemplo. Entretanto, a busca pela justiça social, para erradicar desequilíbrios tão profundos, exige mais esforço de todos nós.

Como gestor público, incentivei a criação de galpões industriais pelo interior do estado para oferecer cursos profissionalizantes a pessoas de baixa renda, reformulei o Cheque Reforma, atendendo a milhares de famílias com a reestruturação de imóveis precários, entre outras ações.
Como deputado federal, apresentei projetos de lei como o PL 3446, que destina recursos para micro e pequenos produtores, o PL 7.194, que amplia a reserva de casas construídas com recursos públicos para pessoas com deficiência e o PL 2098, que torna obrigatório descontos para professores na compra de materiais didáticos.

No entanto, a luta por um desenvolvimento igualitário não pode ficar restrita a um ou outro ambiente político/institucional, sob a pena de incorrermos em iniciativas isoladas, com resultados pouco abrangentes. É uma luta diária, de cada um de nós, ao olhar as necessidades do outro, na busca pela integração, no esforço para que todas as nossas ações sejam pautadas pela ética, pelo respeito, no voto consciente, na empatia nas relações de trabalho. O poder público tem a obrigação de lançar as bases, de alicerçar um mundo mais justo, mas essa construção é uma responsabilidade de todos.

Com presença de Marcos Abrão, 284 famílias assinam escrituras de suas casas

2018-01-31-PHOTO-00000894

O deputado federal Marcos Abrão (PPS) participou, nesta quarta-feira, 31, da coleta de assinaturas em 284 escrituras de famílias do Jardim Dom Fernando I e II, na região Leste de Goiânia. Criador do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, do governo estadual, Abrão acompanhou de perto todo o processo de regularização desses imóveis e foi recebido com festa pelas famílias beneficiadas.

A coleta de assinaturas em escrituras, realizada pela Agência Goiana de Habitação (Agehab), é uma das últimas etapas do processo de regularização fundiária. Após a coleta, as escrituras são enviadas para registro em cartório para depois serem entregues gratuitamente aos beneficiários.

Ex-presidente da Agehab, o parlamentar parabenizou as famílias por essa conquista e destacou seu empenho na Câmara Federal para aprovação de leis que garantam o acesso ao direito fundamental, de todos os brasileiros, à moradia.

“Como criador do Casa Legal, é uma grande alegria estar ao lado das famílias do Dom Fernando I e II neste dia em que elas assinam as escrituras de suas casas. É gratificante ajudar tantas pessoas a realizar esse sonho e pode estar com elas nesse momento tão importante”, ressaltou o deputado.

Executado pela Agehab desde 2011, na gestão de Marcos Abrão, o programa Casa Legal é referência nacional em políticas públicas de regularização fundiária e um dos mais premiados do país: conquistou premiações nacionais como o Prêmio Lúcio Costa e o Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC).

Segundo dados divulgados pela Agência de Habitação, em Goiânia, atualmente, mais de 20 bairros são atendidos com o programa Casa Legal. Foram regularizados na capital mais de 10 mil imóveis de um total de 24,3 mil processos abertos ao longo dos últimos sete anos.

Marcos Abrão é o político mais influente da habitação em Goiás

2018-01-26-PHOTO-00001677

O deputado federal Marcos Abrão (PPS) é o político mais influente na área da Habitação em Goiás, segundo levantamento do 8º Prêmio Mais Influentes da Política de Goiás 2018, realizado pela Contato Comunicação. Este é o quinto ano consecutivo que o parlamentar é eleito como a grande referência da Habitação no estado, resultado da consolidação do trabalho desenvolvido durante sua gestão como presidente da Agência Goiana de Habitação, Agehab.

De 2011 a 2013, como presidente da Agehab, Marcos Abrão revolucionou a política habitacional do governo estadual e beneficiou mais de 150 mil famílias em todo o estado. Sua gestão rendeu a Goiás várias premiações, como o Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs, Prêmio Caixa de Melhores Práticas e Gestão e o Prêmio Lúcio Costa de Mobilidade, Saneamento e Habitação, além da indicação ao Prêmio Internacional ONU-Habitat.

Além da construção de casas populares, ele reformulou o Cheque Mais Moradia, ampliando o benefício nas modalidades construção e reforma. Marcos Abrão também criou o maior programa de regularização fundiária do país, o Casa Legal – Sua Escritura na Mão, que tem garantido a milhares de família goianas a escritura de suas casas e a tranquilidade de poder comprovar a propriedade do seu imóvel.

“Essa pesquisa da Contato Comunicação é um importante reconhecimento de todo o trabalho que desenvolvi na Agehab e que continuo desenvolvendo na Câmara Federal. O direito à moradia é fundamental e sempre será um compromisso meu com a população”, destaca o parlamentar, que foi um dos grandes articuladores pela aprovação da MP 759, no Congresso Nacional, para promover a regularização fundiária e garantir a retomada das construções do Programa Minha Casa, Minha Vida, em todo o Brasil.

Marcos Abrão cobra implantação de rede de esgoto em Alexânia

Marcos Abrão durante audiência com o Ministro das Cidades

O deputado federal Marcos Abrão (PPS), se reuniu na manhã da última segunda-feira (22) com o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o prefeito de Alexânia, Allysson Lima (PPS), a ex-prefeita Cida e vereadores do município, em busca de soluções para o impasse que impede a implantação da rede de esgoto da cidade. O município, localizado no entorno de Brasília, tem mais de 26 mil habitantes de acordo com o IBGE e não possui sistema de esgoto sanitário.

“Nós estamos buscando uma parceria entre o Ministério das Cidades e a Saneago para a viabilização das obras, porque essa é uma demanda antiga da população de Alexânia que não pode mais se arrastar. É um descaso histórico. Oferecer saneamento básico às nossas cidades é uma das mais primárias funções do poder público, porque além de uma questão de infraestrutura interfere diretamente na saúde, na qualidade de vida das pessoas e tem impacto negativo no meio ambiente”, afirmou Marcos Abrão.

De acordo com Alexandre Baldy, “o Ministério das Cidades irá iniciar uma série de diálogos com a Companhia de Saneamento de Goiás para garantir o aporte de 15 milhões de reais necessários para o início da implantação da rede de esgoto”. No total, a construção de uma estação de tratamento na cidade e da rede de esgoto está orçada em 48 milhões de reais.

O prefeito da cidade, Allysson Lima, afirmou que trabalha para a efetivação das obras há dois anos e que a falta do sistema de esgoto sanitário “é um problema ambiental, social e de saúde pública. É inadmissível que uma cidade com o tamanho e com a localização de Alexânia não encontre respaldo para a implantação de uma rede de esgoto. Espero que essa situação seja revertida com a mobilização que estamos fazendo em Brasília, ao lado do deputado Marcos Abrão, para o início das obras”, disse.

Deputado ressalta importância do voto consciente em artigo no jornal O Popular

Artigo

Confira, na íntegra, o artigo de opinião do deputado Marcos Abrão, publicado no jornal O Popular, no dia 10 de janeiro:

Um novo ano se inicia renovando a nossa vontade de mudança e a esperança em dias melhores. No entanto, o descontentamento da população com a classe política segue em níveis alarmantes em 2018.

Em entrevista recente ao jornal Folha de São Paulo, Carlos Augusto Montenegro, diretor do Ibope, afirmou que esta é a eleição mais difícil de se prever desde a ditadura. Isso porque a decepção das pessoas com os partidos e agentes políticos é tão grande que torna imprevisível qualquer resultado. De acordo com pesquisa do Fórum Econômico Mundial realizada em 137 países o Brasil é o país com o menor nível de confiança nos políticos.

Tal insatisfação precisa protagonizar os nossos debates. Se a sociedade se sente sem representação, nossa democracia precisa ser aprimorada. Aqueles que foram eleitos para representar a vontade popular parecem se esquecer dos anseios dos eleitores que entregaram a eles seu voto, sua confiança, sua perspectiva de futuro. É preciso compromisso e vale ressaltar que esse compromisso tem que ser firmado pelas duas partes.

Tenho ouvido muitas pessoas se queixarem do atual momento político mas quando se questiona em quem votaram nas últimas eleições simplesmente não se lembram. Não conhecem seus representantes, não acompanham os mandatos e se esquivam das discussões sobre o tema. A escolha não foi levada com a seriedade que exige e paga-se por isso um alto preço.

Em 2018 os brasileiros terão novamente o direito de escolher. Direito esse que vem acompanhado do dever de aplicar a democracia, de avaliar o futuro que estamos construindo, de participar de escolhas que incidirão diretamente sobre nosso cotidiano. Em um momento em que as redes sociais ampliam o espaço dos debates, teremos maior exposição de proposições, argumentos e ataques. O eleitor precisará agir com lucidez para não retroceder no momento mais favorável para a busca dos avanços.

Além da imprevisibilidade que parece caracterizar o pleito, desejo que essa eleição seja caraterizada por uma decisão criteriosa daqueles que efetivamente podem mudar os rumos do país: os eleitores. Que cada proposta a nível estadual e federal seja amplamente discutida e bem avaliada. Que a população pesquise e busque conhecer em quem está depositando seu voto, a postura de cada um dos candidatos, o acesso que ela tem a quem a representa, a forma como as campanhas são conduzidas. E que os escolhidos sejam capazes de representar no início de 2019 a esperança que caracteriza esse tempo de passagem de ano.

Marcos Abrão viabiliza R$500 mil para Aruanã

IMG_8858

O deputado federal Marcos Abrão (PPS) participou nesta terça-feira, 9, de audiência no Ministério do Turismo com o ministro Marx Beltrão. Na pauta, o pedido de recursos para investimentos no Centro de Convenções de Aruanã, cidade que é referência em turismo no Estado. Durante a reunião, o ministro garantiu ao parlamentar e ao coordenador de eventos de Aruanã, Carlos Humberto, que serão destinados R$500 mil ao município.

“A audiência foi muito produtiva e o ministro Marx Beltrão garantiu que atenderá o nosso pedido. Esses investimentos serão fundamentais para o município e vão beneficiar toda a população. Uma cidade como Aruanã, que tem um turismo forte, precisa de um Centro de Convenções bem equipado, e fico feliz em poder trabalhar para que essa demanda seja atendida”, ressaltou Abrão.

Com cerca de 8 mil habitantes, Aruanã está localizada no encontro dos rios Vermelho e Araguaia e atrai turistas não só de Goiás, mas de todo o Brasil, sobretudo na temporada de julho. Os investimentos no Centro de Convenções serão importantes para reforçar a infraestrutura turística da cidade que tem melhorado a cada ano para receber um número crescente de visitantes.

Parceria

Além de viabilizar os R$500 mil para o Centro de Convenções, Marcos Abrão destinou R$400 mil em emenda parlamentar para reestruturação do porto de Aruanã, R$220 mil para a aquisição de um caminhão caçamba e R$191 mil para a compra de um ônibus para atender a população da cidade.

“O prefeito Hermano de Carvalho é um homem sério e comprometido em fazer uma gestão em benefício da população. Tenho muito orgulho de ser seu parceiro nesse trabalho. Como deputado, meu compromisso é trabalhar pelos municípios goianos, trazendo recursos e contribuindo para o desenvolvimento do nosso estado”, frisou o parlamentar.