Marcos Abrão cobra energia elétrica para conjuntos habitacionais já finalizados em 14 municípios goianos

16 de outubro de 2015

83739e91-7ad7-43f5-a205-e3e4d915bab6

Deputado federal reuniu-se com o presidente da Celg Eletrobrás, Sinval Zaidan Gama

Nesta sexta-feira (16/10), em audiência com o presidente da Celg Eletrobrás, Sinval Zaidan Gama, o deputado federal Marcos Abrão (PPS-GO) cobrou da companhia a instalação de energia elétrica em conjuntos habitacionais de interesse social já concluídos em 14 municípios de Goiás.

Na reunião, realizada na sede da empresa, em Goiânia, o parlamentar apresentou os casos de Americano do Brasil, Cezarina, Corumbaíba, Damianópolis, Edeia, Matrinchã, Mossâmedes, Nova Glória, Ouro Verde de Goiás, Paraúna, Petrolina de Goiás, Planaltina, Serranópolis e Uruaçu. Somados, os municípios possuem mais de 900 casas prontas, mas que não foram entregues aos beneficiados por conta da ausência de energia elétrica nos conjuntos habitacionais.

Um dos casos é o de Uruaçu, cujos residenciais Marisa dos Santos Pereira Araújo (com 150 unidades habitacionais), Jorgina dos Santos Rodrigues (150 unidades habitacionais) e Dom José da Silva Chave (146 unidades habitacionais) estão finalizados. Contudo, as 446 famílias continuam à espera da casa própria, já que os locais não possuem eletricidade. No final de setembro, o deputado Marcos Abrão já havia se reunido com o governador Marconi Perillo para tratar da situação dos municípios. “O governador foi sensível à nossa demanda e também se compromissou em interceder junto à Celg Eletrobrás para resolver essa pendência”, informou o parlamentar.

“A Celg Eletrobrás precisa dar celeridade a esse processo de instalação da luz elétrica, porque muitas famílias estão dependendo disso para sair do aluguel, para ter o conforto de um lar”, declara Marcos Abrão. Ele acredita que o encontro com o presidente Sinval ajudará para que os conjuntos habitacionais sejam entregues em breve. “Todas as demandas estão regularizadas. Assim que for instalada a energia, as famílias já podem receber a chave de seu imóvel e se mudar”, salienta o parlamentar, que acrescentou: “Nessa audiência que tivemos, a Celg se comprometeu a dar andamento ao processo com agilidade. Vou continuar acompanhando esses casos para que essas casas sejam entregues o mais rapidamente possível”.