Marcos Abrão defende acesso de microprodutores ao FCO

21 de junho de 2018

Em audiência na Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) nesta semana, o deputado federal Marcos Abrão (PPS-GO) defendeu redução nas exigências para concessão das linhas de crédito para micro e pequenos produtores rurais provenientes do Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). “O fundo foi criado com o objetivo de fomentar a atividade produtiva local, promovendo o desenvolvimento econômico, mas nós precisamos que as garantias exigidas pelo Banco do Brasil sejam mais flexíveis e condizentes com a realidade de cada produtor”, afirmou o parlamentar.

De acordo com Marcos Abrão, “centenas de micro e pequenos produtores da região do entorno de Brasília e de todo o estado de Goiás não conseguem ter acesso ao financiamento com juros mais baixos, porque as áreas não são regularizadas e o banco exige a escritura da propriedade”. O deputado sugeriu que a instituição financeira responsável pela concessão do crédito flexibilize as regras de análise de capacidade de pagamento e aceite como garantia a Certidão Real de Direito de Uso das terras.

Para o parlamentar, “o FCO é uma ferramenta muito importante, não só para modernizar e ampliar a produção no Centro-Oeste, mas para auxiliar na superação de desigualdades históricas existentes entre as regiões do país”.