Marcos Abrão defende mudanças no texto da Reforma da Previdência

6 de abril de 2017

Durante reunião com a bancada do PPS e o relator da Reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), nesta quarta-feira, 5, o deputado federal Marcos Abrão ressaltou que considera imprescindível que sejam feitas mudanças no texto da proposta enviada pelo governo ao Congresso Nacional.

“A bancada do PPS tem colocado que, não só o acolhimento das emendas, mas, também o texto da PEC precisa ser discutido. Temos uma grande preocupação com essa proposta e não concordamos com o texto original de Reforma da Previdência enviado pelo governo”, frisa Marcos Abrão.

De acordo com o parlamentar, o governo precisa rever uma série de pontos da reforma, no que se refere desde a aposentadorias de professores, policiais, e outras aposentadorias especiais até as regras de transição e os limites de idade. “Já coloquei no meu partido que, da forma como a reforma foi colocada, ela é inviável. Tudo isso está sendo discutido. O PPS ainda não tem um texto fechado, mas tenho certeza de que vamos poder contribuir com essa discussão e evitar injustiças”, frisou Marcos Abrão.