Marcos Abrão discute duplicação da BR 153

26 de junho de 2017

Marcos Abrão afirma que continuará trabalho pela duplicação da BR 153

Em audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, o deputado federal Marcos Abrão (PPS-GO) defendeu a duplicação do trecho goiano da BR 153 na manhã desta segunda-feira (26). O parlamentar afirmou que “a retomada das obras da rodovia precisa sair do papel, das promessas, e se tornar um benefício efetivo para a população. É um impasse que precisa ser resolvido com urgência, porque estamos falando do risco diário de perder inúmeras vidas”, afirmou.

O debate contou com a participação de vários deputados estaduais, da senadora Lúcia Vânia e de representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que são os órgãos federais responsáveis pela rodovia. A senadora destacou que “a região Centro-Oeste é o celeiro do país e a BR 153 é a principal via de escoamento da nossa produção de grãos. Nós temos que exigir que o poder público reconheça a importância desse trecho da malha viária”, disse.

As obras para a duplicação da rodovia, de Anápolis até a cidade de Aliança em Tocantins, foram paralisadas em março de 2015 quando a concessionária responsável pela obra, a Galvão Engenharia, deixou de receber repasses do BNDES. Segundo o representante da ANTT, Marcelo Alcides, “foi declarada a caducidade do contrato com a empresa e os esforços agora se concentram na elaboração de um novo contrato de concessão da obra. Serão necessárias a realização de novas pesquisas de viabilidade econômica e estudos de tráfego. Nesse momento, a mobilização da população é muito importante para acelerar o processo”, alertou.

Marcos Abrão afirmou que vai continuar a luta pela duplicação da rodovia em Brasília. “Meu gabinete e meu mandato estão abertos a toda a população da região norte e nós vamos continuar o trabalho para atender essa demanda. Estamos falando do principal corredor rodoviário entre as cidades do Norte e Centro-Oeste. A duplicação traz segurança, preserva vidas e potencializa o desenvolvimento econômico”, disse. O deputado já propôs audiência pública na Câmara Federal e reuniões na ANTT e no TCU para buscar soluções para o entrave.