Marcos Abrão discute pagamentos de contas de luz em agências lotéricas

17 de julho de 2018

Em debate promovido pelo deputado federal Marcos Abrão (PPS), membros do Sindicato dos Lotéricos de Goiás e da Comissão de Direito do Consumidor da OAB discutiram o fim do pagamento de contas de luz em agências lotéricas do estado, resultado de um impasse entre a Caixa Econômica Federal e a Enel. Para o deputado, “o empecilho afeta principalmente a população do interior, onde muitas vezes há apenas uma agência bancária, e que precisará fazer o pagamento mais longe de casa, em filas maiores, com menos praticidade. Estamos buscando alternativas para reverter essa situação sem prejuízo para o consumidor”, afirmou.

Segundo o parlamentar o assunto será discutido em audiência pública na Câmara dos Deputados. “Nós levaremos essa discussão a Brasília, com a realização de uma audiência pública que coloque na mesa representantes da Caixa e da Enel, com a presença dos lotéricos e da população, que já tem sofrido muito com os constantes aumentos na tarifa de energia elétrica. Em outra frente, faremos uma reunião do Sindicato dos Lotéricos com a presidência do banco”, pontua.

O impasse foi gerado por um pedido de reajuste da Caixa, que fixou aumento de 30% na tarifa cobrada para receber as faturas de energia em casas lotéricas. A Enel afirma que o aumento seria repassado aos consumidores e pediu o cancelamento do serviço. De acordo com a presidente do Sindicato dos Lotéricos, Nelma, o fim do contrato “acarreta perdas substanciais para a arrecadação das casas lotéricas. Muitas loterias fechariam as portas ou precisariam reduzir o número de funcionários”, alerta.