Marcos Abrão prestigia abertura da exposição “Brasília, a cidade que inventei”

7 de outubro de 2015

 

Na ocasião, foi divulgado o resultado oficial do Prêmio Lúcio Costa  

Na tarde desta terça-feira (6), o deputado federal Marcos Abrão (PPS-GO) prestigiou a inauguração da exposição “Brasília, a cidade que inventei”, da Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados, da qual é membro titular. A abertura contou com a presença do presidente Eduardo Cunha, bem como de outros parlamentares.

Na ocasião, a CDU promoveu a divulgação oficial dos nomes dos agraciados com a primeira edição do Prêmio Lucio Costa, a ser realizada na próxima terça-feira (13). A Agência Goiana de Habitação (Agehab), indicada por Marcos Abrão e aprovada por unanimidade pela Comissão, será uma das instituições premiadas pelo trabalho desenvolvido pelo Programa de Regularização Fundiária do Estado de Goiás.

 

Marcos Abrão prestigia abertura da exposição “Brasília, a cidade que inventei” sa

Marcos Abrão entende que a Agência Goiana de Habitação é referência no Brasil pela execução dos programas habitacionais e de projetos como o Casa Legal, que instituiu uma política de Estado para legalizar bairros e escriturar imóveis e, em menos de cinco anos, legalizou dezenas de bairros e concedeu escrituras a mais de 12 mil famílias e deixou em processo mais de 45 mil. “Esse programa representa uma das mais eficazes políticas públicas instituídas no País para resgatar uma dívida histórica com milhares de famílias moradoras de assentamentos precários que foram implantados a partir da década de 1980 em Goiânia e em dezenas de municípios”, afirmou.

Eduardo Cunha parabenizou a Comissão de Desenvolvimento Urbano pela iniciativa de criar o Prêmio Lúcio Costa e, assim, valorizar trabalhos relevantes nas áreas de mobilidade, saneamento e habitação. “Só pelo próprio nome, já percebemos a grandeza do prêmio. Espero que ele seja um estímulo para que outras personalidades e outras instituições busquem a atenção do País desenvolvendo projetos relevantes para a sociedade”, disse.

 

Marcos Abrão prestigia abertura da exposição “Brasília, a cidade que inventei” s

Na categoria Personalidades, foram escolhidos: o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; o ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba, Jaime Lerner; e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. As Organizações Globo, pelo programa Cidades e Soluções, veiculado pela Globo News, e a empresa Riocard, pelo bilhete único do Rio de Janeiro, também receberão o Prêmio Lúcio Costa.

Brasília, a cidade que inventei – Cedida pelo Governo do Distrito Federal, a exposição “Brasília, a cidade que inventei” é constituída por fotografias, fragmentos de textos e croquis do plano urbanístico, idealizado por Lucio Costa. A coleção ficará exposta no Espaço Mário Covas, da  Câmara dos Deputados, até o dia 9 de outubro.