Marcos Abrão visita Associação dos Surdos de Goiânia para apresentar projeto de lei

26 de outubro de 2015

Deputado elogiou o trabalho desenvolvido pela ASG, que conta com mais de 600 associados

Nesta segunda-feira (26/10), o deputado federal Marcos Abrão (PPS-GO) esteve na sede da Associação dos Surdos de Goiânia (ASG). O motivo da visita foi apresentar à direção e aos associados da instituição o Projeto de Lei n° 3324/2015, que torna obrigatória a disponibilização de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) em hospitais de grande porte. O PL, apresentado pelo parlamentar no plenário da Câmara, deve começar a tramitar em breve e será enviado às comissões da Casa. Durante a visita, Marcos Abrão foi recebido pela diretora educacional da ASG, Eliana Maria Cardoso, e do conselheiro Marcus Vinicius Calixto.

A Associação dos Surdos de Goiânia tem 600 associados e atende a 200 alunos com aulas bilíngues de Libras e Língua Portuguesa, em três turnos, na Escola Elysio Campos, que tem convênio junto à Secretaria Estadual de Educação de Goiás. Impressionado pela estrutura da ASG, Marcos Abrão elogiou o trabalho desenvolvido pela instituição e disse que empreenderá todos seus esforços em torno da rápida aprovação do PL 3324. “Esse é um assunto de grande relevância social, porque, ao mesmo tempo em que possibilitarmos a inclusão social e a garantia do direito à plena saúde, por meio da comunicação, estaremos garantindo vagas de emprego para quem é tradutor em Libras”, ressaltou o deputado, que ainda deixou o mandato à disposição da ASG.

Marcos Abrão visita Associação dos Surdos de Goiânia para apresentar projeto de leiaEliana Maria Cardoso reconheceu que ficou surpresa ao saber do PL do deputado Marcos Abrão. “Quando fui procurada, foi uma enorme alegria. Esse projeto será fundamental para que os deficientes auditivos possam ser bem atendidos em hospitais, o que hoje é muito difícil, por conta da ausência de um intérprete”, lamentou. Em uma das salas de aula, a diretora aconselhou aos alunos que enviassem ao deputado, por meio do site www.marcosabrao.com.br, suas sugestões de projetos de lei. “Temos que acreditar e participar da criação das leis. O deputado Marcos Abrão tem esse espaço. Então, temos que nos posicionar e defender nossas ideias”, argumentou.

O Projeto

Pela proposta do parlamentar goiano, hospitais de grande porte, definidos pelo Ministério da Saúde como aqueles com capacidade de 150 a 500 leitos, terão de disponibilizar um servidor para fazer a tradução em Libras em consultas, internações, procedimentos e atendimentos de urgência e emergência quando o paciente tiver deficiência auditiva. A medida deve entrar em vigor 180 dias após a sanção e publicação do projeto.

Marcos Abrão diz que a ideia do projeto nasceu quando ele recebeu um estudo científico realizado pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Goiás (UFG). “Foi um trabalho impressionante que mostrou diversos casos dramáticos, em que o tratamento de pacientes foi impactado pela ausência de um intérprete de Libras. É por isso que precisamos mudar essa realidade que afeta mais de 2 milhões de brasileiros com deficiência auditiva severa, e esse projeto é um primeiro passo nesse sentido”, justifica.

O deputado entende que Estatuto da Pessoa com Deficiência, em julho deste ano, significou uma grande vitória e reiterou o compromisso da sociedade brasileira com a inclusão social das pessoas com deficiência. Para ele, a aprovação do PL 3324/2015 e, com isso, a obrigatoriedade de um profissional de Libras nos hospitais de grande porte, será um avanço em prol de mais dignidade aos deficientes auditivos.

Confira aqui o Projeto de Lei na íntegra: http://goo.gl/ELIauR.