Roberto Freire, Marcos Abrão e Lúcia Vânia participam de filiação de Virmondes Cruvinel ao PPS

29 de março de 2016

Representantes de mais de 50 municípios goianos estiveram em Goiânia para participar do ato

“O PPS, tal como defendeu no governo Collor, também defende agora: o impeachment é um instrumento que deve ser utilizado para iniciarmos um novo caminho, um novo rumo, um novo governo no Brasil.” O tom político e contundente marcou a fala do presidente nacional do Partido Popular Socialista, deputado federal por São Paulo Roberto Freire, no evento que oficializou a filiação do deputado estadual Virmondes Cruvinel ao PPS, em Goiânia, nesta segunda-feira (28/3). Um dos líderes do movimento pró-impedimento da presidente Dilma Rousseff, Freire disse ser inevitável falar da crise política brasileira, mesmo em “eventos de festa do PPS”.

Por outro lado, Roberto Freire descartou que uma nova administração federal possa resolver rapidamente os problemas enfrentados atualmente. “Não existe varinha mágica. As dificuldades não serão resolvidas de imediato. Mas é preciso dizer que é possível mudarmos, corrigirmos os rumos, continuarmos com a Lava Jato e, ao mesmo tempo, enfrentar e solucionar a crise econômica”, ponderou o presidente do PPS. Ele, por fim, ressaltou que um novo presidente poderá revogar a confiança da sociedade brasileira e dos agentes econômicos e implantar um governo decente e reformista.

Roberto Freire, Marcos Abrão e Lúcia Vânia participam de filiação de Virmondes Cruvinel ao PPS (1)

Representantes do PPS de 53 municípios goianos e cerca de 400 pessoas estiveram presentes no evento realizado na sede do partido. O presidente do PPS de Goiás, deputado federal Marcos Abrão, defendeu a importância da aliança com o Partido Socialista Brasileiro (PSB), presidido, em Goiás, pela senadora Lúcia Vânia. “São dois partidos com pessoas bem-intencionadas e cujo interesse está centrado na construção coletiva e no trabalho pelo estado”, afirmou. Abrão defendeu a pré-candidatura à Prefeitura de Goiânia de Vanderlan Cardoso (PSB), a quem classificou como empresário e gestor de sucesso: “Assim como ele fez no município de Senador Canedo, Vanderlan pode transformar Goiânia para melhor”. Sobre a filiação do deputado Virmondes, Marcos Abrão declarou que é uma grande conquista para os quadros do PPS goiano.

Nostálgica, a senadora Lúcia Vânia relembrou os caminhos em comum com o deputado Roberto Freire. “Eu relembro o sonho que ele [Freire] plantou na cabeça da juventude há muitos anos. E agora ele lidera o movimento para devolver o Brasil aos brasileiros”, ilustrou. A presidente do PSB de Goiás comemorou a filiação de Virmondes ao grupo político e afirmou que ele “é uma referência para os jovens brasileiros órfãos de uma voz que os represente”. Lúcia Vânia ainda se referiu a Vanderlan Cardoso como o melhor nome para ser prefeito de Goiânia por ser um homem que veio da simplicidade, ajudou Goiás a crescer como empresário de sucesso e, agora, pode colocar a capital goiana no rumo certo. Sobre sua pré-candidatura, Vanderlan negou boatos de que vai desistir ao enfatizar que está firme no projeto de Goiânia. “Quero ficar para a história de Goiânia como fiquei para a história de Senador Canedo.”

Roberto Freire, Marcos Abrão e Lúcia Vânia participam de filiação de Virmondes Cruvinel ao PPS (4)

Em sua fala, o novo filiado do PPS Virmondes Cruvinel relacionou as três crises enfrentadas atualmente: ética (governo federal), econômica (estado de Goiás) e administrativa (Prefeitura de Goiânia). Mesmo diante de todos os problemas, o deputado estadual ressaltou que “estamos fazendo nossa parte. Por isto que eu escolhi o PPS: é onde estão os ideais e as referências de quem quer fazer política com seriedade e ouvindo as pessoas”.

Filiações – Além de Virmondes Cruvinel, filiarem-se ao PPS mais de 50 vereadores, representados no ato pelo presidente da Câmara Municipal de Cezarina, Nelinho, e o prefeito de Rio Verde, Juraci Martins.

Fotos: Sérgio Willian